De repente agente olha e, o tempo voa,

A porta das ilusões, que é sempre a porta larga,

já não conseguimos passar,

as facilidades antes encontradas nelas,

já não nos atraem,

tudo que observamos em nosso passado,

queremos apenas esquecer,

vem as angústias, você não sabe por que,

É a voz da tua consciência que agora tu ouves,

ela sempre clamou,

mas tu conseguias abafá-la,

com teu egoísmo, com teu orgulho,

com tua vaidade,

agora despertas enfim,

arrenpendido estás,

procura um caminho,

se ficares preso ao passado de dor,

não vai caminhar,

o que fazer ?

lutar para entender,

que todos nós erramos,

mas permanecer no erro,

é grande engano,

tudo tem sua hora,

quem não se modifica,

fica preso as ilusões,

da pequena semente a árvore,

tudo cresce,

eles crescem materialmente,

nós somos parte da natureza,

também crescemos,

mas espiritualmente

aprendemos que o tempo,

nos dobra mesmo quando não queremos,

outros porém procuram,

se modificar por que descobrem,

um dia, que esse é o caminho,

da felicidade, da harmonia,

enfim da paz de espírito,

tão buscada,

que só pode ser feita por você,

para você,

mas também você descobre,

que nunca encontrará essa paz,

se não buscar ajudar o próximo,

que a paz estará conosco ,

meus irmãos,

quando aprendermos a servir,

aos nossos irmãos de caminhada.

Abraço fraterno..

Anúncios