Category: Saúde e bem-estar


 

Quantas pessoas já viveram no planeta Terra?
Mariana Iwakura

106 716 367 669. Ou, para ficar mais comprido, cento e seis bilhões, setecentos e dezesseis milhões, trezentos e sessenta e sete mil, seiscentas e sessenta nove pessoas. O responsável pelo cálculo é Carl Haub, pesquisador do instituto americano Population Reference Bureau, que estuda fenômenos populacionais. “Não é uma conta precisa, já que não há nenhum tipo de dado demográfico para 99% do tempo em que o ser humano habitou a terra”, diz o pesquisador.

Haub usou como ponto de partida um fictício casal Adão e Eva, que teria vivido em 50000 a.C. (a ciência acredita que foi nessa época que o Homo sapiens se desenvolveu por completo). Usando dados históricos e arqueológicos e estudos da Organização das Nações Unidas sobre aumento populacional, ele calculou o número de nascimentos desde essa data até o fim de 2004.

É claro que o crescimento populacional não é constante. Mudanças climáticas, fome e doenças podem influenciar o índice em diferentes momentos. Além disso, o crescimento não é o mesmo em toda a parte. O mundo atual é uma prova disso: há países na Europa onde a população diminui e países da África, por exemplo, onde ela cresce todos os anos. “Para resolver o problema, eu dividi a história em diferentes períodos e usei um único índice para cada um deles. Do contrário, seria simplesmente impossível fazer o cálculo”, diz ele.

Acompanhe abaixo a evolução desse crescimento. Você vai ver que o número de nascimentos vai caindo ao longo da história, enquanto a população cresce muito. Isso acontece porque, com o tempo, os avanços da medicina e a organização social são capazes de conter as taxas de mortalidade infantil, altíssimas nos primeiros tempos. Essa alta taxa de mortalidade também é responsável pela baixa expectativa de vida nos anos da era pré-cristã.

População – 8000 a.C. 5 milhões

Expectativa de vida – 10 a 15 anos

Nascimentos (por ano a cada mil pessoas) – 80

Há escassez de alimentos, as técnicas medicinais são rústicas e não existe quase nenhum cuidado de higiene. Aos poucos, o domínio da agricultura ajuda na preservação da vida

População – 1 d.C. 300 milhões

Expectativa de vida – 25 a 30 anos

Nascimentos (por ano a cada mil pessoas) – 80

A organização da sociedade e da produção agrícola melhora o suprimento de comida. Mas a dependência da agricultura tem seu lado ruim: uma única falha na colheita pode levar à morte por fome

População – 1200 d.C. 450 milhões

Expectativa de vida – 25 a 30 anos

Nascimentos (por ano a cada mil pessoas) – 60

Durante a Idade Média, o índice de crescimento populacional é baixo, devido à peste negra. Estima-se que até 25% da população na Europa tenha morrido por causa da epidemia

População – 1750 d.C. 795 milhões

Expectativa de vida – 35 a 40 anos

Nascimentos (por ano a cada mil pessoas) – 50

A Revolução Industrial leva à riqueza, ao crescimento das áreas urbanas e a cuidados com o saneamento básico. Com isso, aumentam a expectativa de vida e a população

População – 1850 d.C. 1 bilhão e 265 milhões

Expectativa de vida – 50 anos

Nascimentos (por ano a cada mil pessoas) – 40

A ciência percebe que algumas doenças são causadas por microorganismos, que se reproduzem. É a chamada “teoria dos germes”, responsável por diversos avanços da medicina

População – 1950 d.C. 2 bilhões e 516 milhões

Expectativa de vida – 65 anos

Nascimentos (por ano a cada mil pessoas) – 38

Há um aumento nos cuidados com a saúde pública. A ONU, recém-criada, promove campanhas de vacinação em diversos países pobres, onde há uma explosão de crescimento populacional

População – 2005 d.C. 6 bilhões e 475 milhões

Expectativa de vida – 80 anos

Nascimentos (por ano a cada mil pessoas) – 21

Medicina preventiva, tratamentos eficazes e boas condições de saneamento aumentam a expectativa de vida. Do outro lado, métodos anticoncepcionais contêm o número de nascimentos em diversas partes do globo.

 

 

*http://super.abril.com.br/superarquivo/2005/conteudo_370526.shtml

 

Citação

YouTube – Meu Filme
 

OPERAÇÃO ESPIRITUAL

NOS DIAS 12, 13 E 14 DE JULHO

Atendimento espiritual para a saúde sem cortes, indolor e gratuito.

João Berbel, médium paulista que atende sempre gratuitamente cerca de 3.000
pessoas por semana na cidade de Franca/SP, estará mais uma vez atendendo em
Fortaleza nos dias 12, 13 E 14 DE JULHO.

Como a cirurgia espiritual não é realizada no corpo físico, mas sim no
perispírito (corpo espiritual), é sem cortes, cicatrizes e é indolor.

Não é cobrada nenhuma taxa ou valor pelo atendimento e todas as pessoas serão
atendidas, independente de suas crenças religiosas.

Para maior eficiência recomenda-se evitar: fumo, álcool e carne três dias
antes e uma semana após o atendimento, além de ser imprescindível repouso
moderado de 3 a 7 dias (dependendo da gravidade do caso).

A equipe espiritual também atende à distância (após o atendimento de todos os
presentes), bastando que compareça ao local uma pessoa que possa representar e
vibrar pelo(s) enfermo(s).

OBS: O tratamento espiritual jamais dispensa o tratamento
médico, já que trata do perispírito, e não do corpo físico.

OBS2: Para a continuidade do tratamento, e prevenção,
principalmente para os casos de obsessão (influência) espiritual podem ser
atendidos nas casas espíritas que realizam o ATE – Atendimento Espiritual,
sessões de desobsessão, Grupos de Estudo do Evangelho, das obras de Allan Kardec
ou ESDE, ou outro templo religioso de qualquer denominação que promova a REFORMA
ÍNTIMA, buscando modificar nossa conduta, sentimentos e pensamentos, que se
constituem no melhor meio de cuidar e prevenir a obsessão e as doenças de origem
espiritual.

Recomenda-se também a prática do Evangelho no Lar (leitura por 30
min em voz alta do Evangelho, do Novo Testamento ou do Evangelho Segundo o
Espiritismo, comentando suas passagens, iniciados e seguidos por preces pela
família, casa e pessoas necessitadas, semanalmente, em dia e horário
determinados), como sendo excelente método de proteção para nossos lares,
evitando desarmonias em família.

A relação de endereços das casas espíritas do Ceará estará disponível no
local, bem como livros espíritas que promovam o esclarecimento e a melhoria
pessoal, para empréstimo gratuito nas bibliotecas ou para venda aos que
desejarem (de maneira alguma é obrigatório adquirir livros, ou pagar quaisquer
remunerações, toda prática espírita é gratuita).
GRUPO ESPÍRITA ANA
AMÉLIA – GEAME

Av.: Dos expedicionários, 9399 – Itaperi – 
FORTALEZA-CE
COMO CHEGAR:
Basta ir direto após descer o
viaduto do aeroporto novo pela Av.: Dos Expedicionários – sentido José
Walter.
CONVITE:
Seja um trabalhador voluntário, reunião
dia 07 de JULHO na Sede do GEAME às 19:30h
Distribuição de Senhas a
partir das 14:00h e Atendimento a partir das
17:00h.

Informações:
Site: www.geame.com.br
e-mail: geame@geame.com.br
Telefones:
(85) 9652-0908

Amigos, divulguemos para nossas lista de e-mails.

Se possível, imprimamos o cartaz (quando enviado em anexo), fixando-o em locais visíveis e divulgando nas palestras, cursos, etc.

Lembremos de marcar em nossas agendas as datas dos eventos.

OBS: Se desejar responder ao remetente, não responda para o e-mail do Grupo ,
mas escreva diretamente para o e-mail de quem enviou a mensagem.


Fraternalmente,

Grupo Divulgação de Eventos do Ceará

SE VOCÊ RECEBEU ESSE E-MAIL DE UM AMIGO E GOSTARIA DE RECEBER GRATUITAMENTE
NOSSO BOLETIM, CADASTRE-SE NO SITE: www.nazarenofeitosa.com.br